ONU exige libertação imediata do “enviado especial” venezuelano Alex Saab aos EUA

A ONU fez um apelo ao governo dos EUA para que liberte imediatamente Alex Saab, um empresário colombiano detido nos Estados Unidos por acusações de branqueamento de capitais. A organização pede que todas as acusações contra Saab sejam retiradas. O pedido foi feito pela Relatora Especial da ONU sobre o Impacto das Medidas Coercitivas Unilaterais, Alena Douhan, e pelo perito independente em Ordem Internacional, Livingstone Sewanyana. Ambos lamentam que, quase dois anos após a sua extradição, Saab continue detido à espera de julgamento por uma conduta que não é considerada um crime internacional. Eles destacam que as ações contra Saab não só violam seus direitos humanos, como o direito a não ser detido arbitrariamente e a ter um julgamento justo, mas também afetam o direito de milhões de venezuelanos a um nível de vida adequado devido à interrupção de sua missão de adquirir bens essenciais. A ONU apela aos EUA que cumpram suas obrigações legais e libertem Saab.

Fonte