Conselho de Redação da TSF rejeita nomeação de Rosália Amorim como diretora

O Conselho de Redação da TSF rejeitou a nomeação de Rosália Amorim como diretora de informação da rádio. Durante uma reunião realizada na quarta-feira, o Conselho levantou dúvidas sobre a capacidade de Amorim em manter uma política editorial independente. Os membros eleitos do Conselho de Redação afirmam que não podem “dar o aval” à escolha de Amorim para o cargo. A nomeação de Amorim foi anunciada em 21 de setembro pela Global Media Group (GMG), empresa que também detém o Jornal de Notícias (JN) e o Diário de Notícias (DN), onde Amorim era diretora de informação desde novembro de 2020. O Conselho de Redação acredita que o desempenho de Amorim como diretora do DN em alguns momentos levanta dúvidas sobre sua capacidade de manter uma política editorial independente. Uma entrevista com o CEO da GMG, publicada mas não assinada no DN em julho de 2022, foi questionada pelo Conselho de Redação do DN. O Conselho de Redação afirma que, embora não questionem as qualidades profissionais de Amorim, ela não se encaixa no perfil necessário para o cargo de diretora de informação da TSF.

Fonte