Azerbaijão prende Ruben Vardanyan, empresário e ex-líder dos arménios de Nagorno-Karabakh: uma história de tensão geopolítica.

O empresário Ruben Vardanyan, ex-líder dos arménios do Nagorno-Karabakh, foi detido na fronteira entre o Azerbaijão e a Arménia. A detenção foi confirmada pela sua mulher, Veronika Zonabend, através de um comunicado partilhado no Twitter. No comunicado, Zonabend pede orações e apoio para a libertação segura de Vardanyan, que foi detido enquanto tentava sair do país juntamente com milhares de arménios.

Ruben Vardanyan é conhecido por ter sido o fundador de um dos maiores bancos de investimento da Rússia, o Troika Dialog. Em 2021, renunciou à cidadania russa e adquiriu a cidadania arménia, anunciando que passaria a viver no Nagorno-Karabakh. No ano seguinte, tornou-se ministro de Estado, um cargo que o jornal Politico descreve como equivalente ao de primeiro-ministro na administração arménia de Karabakh. No entanto, deixou essa posição em fevereiro de 2023.

A detenção de Vardanyan ocorre num momento de tensão entre o Azerbaijão e a Arménia, devido ao conflito em curso no Nagorno-Karabakh. A região tem sido palco de confrontos entre as forças azerbaijanas e as forças arménias, resultando em vítimas e deslocados. A situação tem sido acompanhada de perto pela comunidade internacional, que tem apelado a um cessar-fogo e a negociações diplomáticas.

Fonte